Contribuição Sindical 2018

Prezado Economista, o boleto da Contribuição Sindical 2018 será entregue pelo correio ate o próximo dia 10/02 cujo o vencimento será no dia 28/02/2018. Em caso de duvidas contactar pelo email: atendimento.sindecondf@gmail.com.

Flauzino Antunes Neto
Presidente Sindecon DF

O DIA INTERNACIONAL DA MULHER PELO SINDECON DF

mulher-2016A história do dia 8 de março é resultado de uma série de fatos, lutas e reivindicações das mulheres (principalmente nos EUA e Europa) por melhores condições de trabalho e direitos sociais e políticos, que tiveram início na segunda metade do século XIX e se estenderam até as primeiras décadas do XX.

Em 25 de março de 1911, às cinco horas da tarde, houve um incêndio em uma fábrica de tecidos em Nova York, na Triangle Shirtwaist Company, e vitimou 146 pessoas, sendo 125 mulheres e 21 homens. A maior parte dos mortos era constituída de judeus. As causas desse incêndio foram as péssimas instalações elétricas da fábrica associadas à composição do solo e das repartições da fábrica e, também, à grande quantidade de tecido presente no recinto, o que serviu de acelerador para o fogo. A esse cenário trágico somou-se o agravante de alguns proprietários de fábrica da época, incluindo o da Triangle, usarem como forma de contenção de motins e greves o artifício de trancar os funcionários na hora do expediente. No momento em que a Triangle pegou fogo, as portas estavam trancadas.
O incêndio de 1911 viria a ser sugerido, nos EUA, como dia simbólico das mulheres. A maioria dos movimentos reivindicava melhorias nas condições de trabalho nas fábricas e, por conseguinte, a concessão de direitos trabalhistas e eleitorais (entre outros) para as mulheres.

Então, essa é a história da homenagem às mulheres.
Entretanto, facetas modernas dessa história sobrevivem, e mulheres continuam a morrer acreditando serem capazes de mudar homens.
Do coletivo para o doméstico, do coletivo para o individual, as mulheres protagonizam a história de muitos trabalhos e sofrimentos e poucos direitos na sociedade.
A história do homem no mundo é a história da mulher no mundo.

O sentimento calado, engolido, acabou no coração sensível, na sensibilidade especial. Em 2016 a mulher é a construção social, a construção histórica de direitos positivos, mas não totalmente garantidos.
Direitos calados, desrespeitados sutilmente no cotidiano, sentido somente por quem traz dentro de si a história desse sentir.
A capacidade de ser competente no mercado de trabalho, tanto quanto o homem não foi acompanhado pelo justo salário igual. Sem contar que até há bem pouco tempo postos de trabalho eram vedados às mulheres. Hoje tais postos ainda existem, mas já diminuíram; enquanto isto mulheres avançam na demonstração de que liberdade é para ser conquistada, vigiada e mantida.

A luta e conquista pelo trabalho é sua luta de libertação, sua luta por autonomia e dignidade.
Pagar a conta ou ajudar a pagar a conta é questão posta com frequência, mas de fundo falso. A mulher conhece sutilezas, lê nas entrelinhas dos preconceitos, da desvalorização, da violência e dos salários baixos. Sabe que ainda há muito a caminhar.

O SINDECON DF, em respeito á HISTÓRIA DA MULHER na construção do mundo, na construção do mundo do trabalho onde exista igual salário entre os gêneros para atividades iguais, do mundo das pessoas que constroem hábitos e costumes sociais, que constroem “mulheres e homens” parabeniza todas as mulheres trabalhadoras e Economistas, pelo seu DIA/MÊS INTERNACIONAL, 08/ março/ 2016


Flauzino Antunes Neto
Presidente SINDECON-DF

corecon2-logo

logo-fenecon

cgtb-logo

cnpl-logo

 

 

United Kingdom Bookmaker CBETTING claim Coral Bonus from link.